Sharm El-Sheikh



Sharm el-sheik foi estabelecido no sul da Península do Sinai como uma vila de pescadores beduínos, mas atingiu seu desenvolvimento no final do século XVII, tornando-se em pouco tempo um destino turístico de prestígio. Tem muitas atividades que atraem pessoas para fazer: mergulho e snorkeling, passeios de camelo no deserto e excursões ao interior para visitar locais históricos de grande valor cultural como o Mosteiro de Santa Catarina.


Sharm El-Sheikh 

Sharm El-Sheikh, uma bela cidade egípcia que está localizada na parte sul da Península do Sinai. A cidade e o resort de férias é um importante centro para a indústria do turismo no Egito, atraindo muitas conferências globais e acordos diplomáticos.

Sharm El-Sheikh é o centro administrativo do Governo do Sul do Sinai e é considerada uma das cidades mais importantes a ser visitada para relaxar após as visitas regulares ao Egito.
Coisas para fazer em Sharm El-Sheikh

Estendida por mais de 20 km na costa da Península do Sinai, Sharm El-Sheikh é famosa entre os mergulhadores snorkel e mergulhadores. Ele se eleva em uma baía que se abre em uma projeção rochosa, de um lado está o mar, do outro a montanha. A praia é margeada por uma avenida contígua a palmeiras, que se abre para bares, cafés e restaurantes. Apesar do número crescente de turistas, o arrecife ampliado ainda transborda com extraordinárias criaturas marinhas.

Sharm está dividida em duas partes: ao sul está a cidade com o porto, e cerca de 7 km ao norte está a famosa baía de Naama, o complexo turístico de luxo. Ela oferece as mais variadas atividades aquáticas, desde aulas de vela, windsurf, parasailing puxado por barco a motor até os charmosos passeios de barco com fundo de vidro transparente em Sharm El Sheikh.

Cerca de 10 km ao norte da Baía de Naama está Sharks Bay, uma área de resort menor, também mais tranqüila e menos cara. A construção de um hotel cinco estrelas atraiu recentemente mais turistas e espera-se um maior desenvolvimento. Corais e peixes tropicais são maravilhosos e, apesar do nome Shark, não há tubarões, apenas as fronteiras da costa formam a figura de um tubarão e foi assim que a área recebeu seu nome.

Ao norte da Baía do Tubarão, onde o Mar Vermelho se encontra com o Golfo de Aqaba, está o Estreito de Tiran. As viagens de mergulho para Tiran e Sanafìr partem de Naama, Sharm e Shark Bay, a ilha é considerada uma área natural protegida com numerosas espécies de peixes e corais. O Parque Nacional Nabq também possui as florestas de mangue mais ao norte do planeta, onde vivem muitas aves, tais como garças cinzentas e brancas, grous e pescadores de falcões. O parque também abriga uma importante fazenda ecológica de peixes e camarões e está localizado alguns quilômetros após o aeroporto de Sharm, ao norte.

A maioria dos hotéis também oferece uma grande variedade de excursões em Sharm El Sheikh no interior, para lugares como o Mosteiro de Santa Catarina e o Monte Sinai, ou mais ao interior, como Wadi Feiran e Serabit el-Khadim.
Há muitas atividades e coisas para fazer em Sharm El Sheikh. A cidade é o lar da paisagem mais magnífica da Península do Sinai que oferece uma variedade de excursões do dia Sharm El Sheikh para desfrutar do Mar Vermelho. Você pode passar o dia aproveitando o sol em uma das melhores praias do mundo, explorando a cultura local vagando na cidade antiga, fazendo caminhadas durante os passeios do Monte Sinai desde o Cairo ou como parte das excursões de Sharm El Sheikh, ou iniciando uma aventura em alto mar e descobrindo tesouros submarinos em muitos locais de mergulho e snorkeling onde são organizadas excursões diárias de Snorkeling de Sharm El Sheikh, especialmente em Ras Muhammad. Há também muitos tesouros históricos na área que podem ser explorados através do Monte Sinai e do Mosteiro de Santa Catarina, a partir de Sharm El Sheikh, o Mosteiro de Santa Catarina localizado no sopé do Monte Sinai.

Você também pode desfrutar de muitos pacotes de viagem do Egito e excursões do Dia do Egito a partir de Sharm El Sheikh: